Charging Bull e Wall Street - Mais um ponto turístico de New York
Postado por Carol Capel, no dia 26 May 2017
Oi povo, tudo bem? 

Continuando nossos posts em New York hoje vamos falar de Lower Manhattan, ou seja a parte baixa de New York onde você pode encontrar vários pontos turísticos. 

Esses dois pontos turísticos localizados em Lower Manhattan então é legal porque você pode aproveitar quando estiver ali embaixo da ilha para fazer vários pontos turísticos, um bem pertinho do outro e não se cansar muito. 



O que é o Charging Bull?

O touro de Wall Street (oficialmente chamado Charging Bull, é uma escultura de bronze situada em Bowling Green, no distrito financeiro de Manhattan, na cidade de New York Estados Unidos. A obra pesa 3,5 toneladas, mede 3,4 metros de altura e 4,9 metros de comprimento. Foi idealizada por Arturo de Modica e instalada em dezembro de 1989, como uma forma de arte de guerrilha. A escultura representa um touro em posição de ataque, e simboliza um mercado financeiro pujante (bull market). Tornou-se uma atração turística da cidade logo após sua instalação.


História e criação: 

Modica idealizou a estátua após o crash da bolsa de valores de Nova Iorque de 1987, a "segunda-feira negra", como um presente para a cidade, um "símbolo da força e poder do povo americano". O artista gastou suas economias, 360 mil dólares, na obra, que foi instalada em 15 de dezembro de 1989 na Broad Street, em frente ao prédio da Bolsa de Valores. A escultura foi apreendida pela polícia de Nova Iorque e levada a um pátio de veículos. O protesto público que se seguiu levou o Departamento de Parques e Recreação da cidade a reinstalá-la dois quarteirões ao sul da Bolsa, em Bowling Green, com uma cerimônia em 21 de dezembro de 1989. Ela está voltada para a Broadway, em Whitehall Street.

Diz a lenda que dá sorte passar a mão nos chifres e nas bolas do touro. Talvez por isso a escultura esteja sempre lotada, muitas vezes com fila. Tirar uma foto com ele é realmente uma tarefa complicada e demorada. Mas eu acho mais fácil tirar foto com as bolas do touro do que com o chifre, acho que eles não curtem muito entrar no rabo de um touro. 


Wall Street: 

Wall Street não é só o nome de uma rua: é a personificação de todo o sistema financeiro dos EUA. A rua está localizada em Lower Manhattan, no Financial District. Wall Street é o lar da Bolsa de Valores de Nova Iorque. O Federal Reserve Bank está localizado ao lado de Wall Street, e as sedes dos maiores bancos do mundo e outras instituições financeiras estão aqui.


Existem várias versões sobre a origem do nome da Wall Street. A mais popular é a versão de que havia um muro construído para separar os colonos residentes e os índios nativos americanos. Outra versão popular é que em meados do século 17 viviam os chamados Valões (belgas falantes de língua francesa). De acordo com as várias estimativas, havia cerca de 30 famílias de Valões nesta área.


O comércio de Wall Street começou em meados do século 17. Já naquela época, as ruas estavam cheias de compradores e vendedores de títulos, e eles trocavam ações e títulos, e essas pessoas se auto-classificaram em duas classes – comerciantes e acionistas. Wall Street se tornou o local da posse do primeiro presidente dos EUA, George Washington, em 1789. A Declaração de Direitos foi também lançada aqui.

Além de Wall Street e Charging Bull você pode ali pertinho também, bem em frente a Wall Street a Trinity Church que é uma igreja católica bem clássica, bem bonita por sinal e que tem aquele estilo bem americano de ter um cemitério no jardim, parece mórbido, mas para mim lembra um filme. 

Image Source: images.metroscenes.com

Eu, mesmo sendo agnóstica e ateia gosto de visitar igrejas católicas e templos porque gosto de ver a arquitetura, os detalhes e tudo mais. Então New York é legal que tem várias igrejas católicas para se visitar. 

Espero que vocês possam ter a oportunidade de conhecer o Charging Bull e Wall Street quem já conhece conta para mim nos comentários qual foi a sensação!

Beijos