SAIBA TUDO - Sobre o Six Flags Over Georgia
Postado por Carol Capel, no dia 30 April 2017
Oi galera, como vocês sabem eu fui ao Six Flags conhecer o parque. Por incrível que pareça essa nossa viagem é um projeto, muito legal, e graças a esse projeto o parque me convidou para conhecer e passar o dia lá. Embora muita gente não acredite que os lugares realmente me convidam, eles me convidam sim! =D

Meu trabalho parece uma bosta?
Sim parece
Eu pareço sustentada pelo marido?
Sim pareço
Eu pareço sustentada pelo governo?
Sim pareço
Eu tenho cara de quenga?
Sim tenho
Tenho cara de puta que trabalha na boatchennnn?
Sim tenho

Aqui do ladinho, tem um pedaço do e-mail onde o Six Flags me envia o convite para entrar no parque. É óbvio que não vou colocar o e-mail inteiro para outras pessoas não se aproveitarem dos meus contatos. Sacomé né... gente que não gosta de mim mas na hora que precisa da minha ajuda se arreganha todo pra cima de mim. 

Mas realmente é muito trabalho e isso aparece, não no Brasil. Onde todo mundo é vendido para certa agência de publicidade, onde tem os figurinhas carimbadas, e nem quero, porque eu já saí do Brasil. Então tudo o que vem de lá só me trás dor de cabeça. Qualquer dia eu faço um post pra vocês contando as "oportunidades de parceria" que algumas empresas brasileiras me mandam, os termos e condições e os absurrrrrrdos. 
Basicamente é: venda sua alma pro capeta e seja nosso parceiro. =D

FOCO! Foco no Six Flags, apenas queria fazer um esclarecimento antes...

História do Six Flags:

O nome da empresa refere-se aos seis diferentes países que governaram o Texas: Espanha, França, México, a República do Texas, os Estados Unidos da América e os Estados Confederados da América. O parque original era (e ainda é) dividido em regiões separadas, como a seção Espanha e México, que contava com construções e atrações temáticas da Espanha.

A rede Six Flags originou-se em 1959 com a criação da The Great Southwest Corporation (A Grande Corporação do Sudoeste) por Angus G. Wynne e outros investidores. A construção do "Six Flags Over Texas" iniciou-se em 1960 e o parque foi aberto no ano seguinte para uma temporada curta de 45 dias. O primeiro parque contava com uma vila nativa americana, uma atração de gôndola, uma ferrovia, alguns shows de Velho Oeste, uma atração de stagecoach, uma "Ilha da Caveira" e uma atração de aventura com tema de piratas. Havia também uma excursão inspirada pelas Expedições La Salle do começo do século XVII, chamada "LaSalle's River Adventure", a bordo de barcos franceses através de selvas cheias de robôs animados. Com o passar do tempo, todas essas atrações, exceto a ferrovia, seria substituídas por outras, como montanhas-russas, atrações tradicionais de parques de diversão, splash bem como uma torre de observação.



Six Flags Over Georgia (o que eu fui)

Localizado à saída da I-20 oeste de Atlanta, Six Flags Over Georgia é o maior parque temático regional do Sudeste dos EUA.

Em 2017 - ganhou o prêmio de melhor passeio e em 2017 faz 50 anos de existência do parque, ou seja, quando eu fui o Six Flags estava comemorando aniversário de 50 anos!

O parque está com uma nova temática baseada em A Liga da Justiça, inclusive algumas atrações novas estão sendo construídas graças a essa nova parceria do parque com a Dc Comics. 

O vídeo mostrando algumas das atrações do Six Flags foi ao ar há 3 semanas atrás e já ultrapassou a marca de 100 mil visualizações, parece que estava todo mundo querendo me ver morrer na montanha-russa. 


E é isso que o Six Flags é, um parque temático onde o foco é montanha-russa, todas as suas unidades espalhadas pelo mundo (principalmente na America do Norte), existem montanhas-russas icônicas e cada parque tem as suas particularidades e detalhes. 
Vamos conhecer agora um pouco das minhas atrações favoritas do Six Flags Over Georgia.

1- Goliath - ela é o símbolo do parque, é uma hypercoaster de alta velocidade, a altura máxima dela é de 61 metros e a velocidade máxima que ela atinge é de 110 km por hora. Foi logo a primeira que eu fui porque eu sempre quis brincar nela, sonho de infância.




2- Dare Devil - (desafie o diabo) é uma montanha de metal onde a primeira queda é de 90 graus e foi trazida para o Six Flags Over Georgia em 2011, eu fui em uma montanha-russa muito parecida com ela no Luna Park no pier em New York, em Coney Island e não recomendo, você pode ver o vídeo aqui



3- Mindblender - é uma montanha-russa beeeeem antiga, ela chacoalha tanto que eu saí de lá realmente com a cabeça remexida, ela faz dois loopings, e é bem ruim viu! 




Photo Source: themeparksushi.com
4- SkyScreamer - é um dos chapéus americanos que eu já fui na vida, ele é muito, muito alta e dá muito frio na barriga. E eu adorei



5- SUPERMAN: Ultimate Flight - a Montanha-russa do Superman tem o mesmo trajeto da Manta do Sea World Orlando, você vai nela deitado de barriga para baixo encarando o chão e eu tive muito medo de morrer porque as travas não estavam fechando direito. Sobrevivi e estou aqui para contar a história.



6 - Batman, the ride - é com certeza uma das mais rápidas montanhas-russas que eu já fui (antes da Futy 365), eu não vi nada, só senti que foi muito rápido. São 80 quilômetros por hora em uns 8 loopings que eu simplesmente nem consegui ver o que estava acontecendo.



Ah e tem o carro do Batman lá para você tirar foto também se quiser!



7- Great America Scream Machine - Uma das mais tradicionais montanhas-russas de madeira dos EUA, eu não consegui ir nela porque além de estar muita fila ainda, estava na minha hora de ir embora. Mas se você gosta de se sentir em uma batedeira, recomendo, pois normalmente montanhas-russas tem um dom de chacoalhar você inteiro até você ficar com dor de cabeça!


8- The Joker - Essa atração é inspirada no Joker de Batman e eu pensava que realmente seria bem ruim brincar nela, mas não, o brinquedo me parece ser novo, com uma boa manutenção e foi uma experiência bem agradável! =D



Especiais:

Six Flags Fright Fest - de 23 de setembro a 29 de outubro o Six Flags Over Georgia se transforma em um lugar verdadeiramente assombrado para comemorar o Halloween em alto estilo, são atrações e shows exclusivos patrocinados pelo chocolate mais gostoso do mundo (Snickers), que levam um pouco do Horror do Halloween aos visitantes. 



Six Flags Hurricane Harbor - é um parque aquático que funciona apenas de 26 de maio à 17 de setembro, o motivo de ele ser sazonal é porque na Georgia faz bastante frio de outubro a abril, então o parque aquático abre apenas quanto faz calor e mesmo assim é capaz de você passar frio nesses dias por lá. A entrada no parque aquático está inclusa no valor que você paga para entrar no parque, está inclusa no ingresso, então se você for passear por lá em dia de calor, já leva uma toalhinha e shampoo para poder aproveitar as piscinas também! =D

Six Flags Holiday in the Park - é o festival de Natal que acontece de 18 de novembro à 2 de janeiro todos os anos e conta com shows com milhões de luzes de led e shows por todo o entorno do parque para celebrar a chegada das festas de fim de ano.





Mas e a comida hein?

Falando bem a verdade, não é a melhor comida de parque que eu já comi na vida, meu lanche estava okay, mas eu estava com tanta fome que nem escolhi nada, só parei no primeiro que eu vi, às 15h para matar o monstro que morava dentro de mim. 
Mas o Six Flags oferece muitas opções de comida, inclusive opções saudáveis para quem quiser. Tem pizza na Primo´s Pizzeria, tem um Johnny Rockets lá dentro (sim também fiquei chocada), tem um Panda Express (comida chinesa, é uma rede de fast-food de comida chinesa daqui dos EUA, a comida é bem boa, mas eu não curto muito porque vem MUITA comida, então acabo comendo mais do que devia). Até a sorveteria Cold Stone você encontra lá dentro. Digamos que: É MINHA SORVETERIA FAVORITA NO MUNDO. Tem lá dentro também. 



Os preços são os mesmos do que comer fora dos parques, diferentemente da Disney, nada lá dentro é superfaturado. 

Carol, gostei! Quero ir no Six Flags Over Georgia, como eu faço?
Recomendo você a comprar os ingressos pelo site: https://www.sixflags.com/overgeorgia
Aqui nos EUA sai sempre mais barato comprar online do que na bilheteria. Além disso, sempre rola umas promoções malucas no site. 

Ah inclusive, várias pessoas me perguntaram se em apenas 1 dia dá para visitar o parque todo. Minha resposta é: não!
Eu saí de lá sem conhecer algumas atrações que queria, então programe-se bem para conseguir fazer as principais atrações ou vá em dois dias. 

O preço do ingresso do parque varia entre 44 dólares por pessoa (comprados online) a 60 dólares (comprados na bilheteria). O parque fica um pouco afastado da região central de Atlanta então prepare-se para dirigir pelo menos uns 25 min. 



O estacionamento é pago e custa em $25 dólares e você pode comprar adiantado no site também. Eu acho o estacionamento bem caro, mas pelo que eu entendi ele não é administrado pela mesma empresa que faz a administração do parque, é terceirizado. Mas você pode chegar no parque de outras maneiras também, pegando ônibus por exemplo: 

O Cobb County Transit (CCT) oferece um shuttle para o parque. Basta você pegar a rota de número 30, funciona de segunda à sábado. Você também pode fazer o uso do sistema de metrôs da cidade que é chamado de MARTA. No site do MARTA você tem acesso à todas as linhas e pode planejar seu trajeto e sua viagem. 

Eu fui de Uber para o parque e eu estava hospedada perto do Aeroporto Internacional de Atlanta, minha viagem custou $17 dólares para ir e mais $17 dólares para voltar. 

Dicas importantes:
Evite o trânsito do Downtown Atlanta entre os horários: 6-10 da manhã e 4-7 da tarde. Ou você não vai sair do lugar, é o verdadeiro caos. 
Existe um sistema de atualização de trânsito em tempo real chamado: Georgia Department of Transportation´s nele você fica sabendo onde está ruim o trânsito e tem a possibilidade de desviar o trajeto. 

Espero que vocês tenham gostado do post e que tenha aguçado a vontade dos amantes de montanha-russa de ir no parque!

Beijos!