Não Financie e Não Estimule a Exploração de Animais!
Postado por Carol Capel, no dia 31 October 2016
O que nos diferencia dos animais? Qual é a característica mais marcante de todas na nossa biologia que nos diferencia dos animais?

Segundo o Hypercience.com sem dúvida, o traço humano que mais nos distingue do reino animal é o nosso cérebro. Seres humanos não têm os maiores cérebros do mundo – estes pertencem às baleias macho. Nós também não temos o maior cérebro em relação ao tamanho do nosso corpo – os cérebros de muitos pássaros correspondem a 8% do peso de seus corpos, enquanto que o cérebro humano é responsável apenas por 2,5¨% do nosso peso. Contudo, o cérebro humano, pesando somente cerca de 1,5 kg quando cresce totalmente, nos dá a habilidade de raciocinar e pensar além da capacidade dos outros componentes do reino animal e nos dá a possibilidade de realizar trabalhos como os de Mozart, Einstein e de muitos outros gênios.

Se nós temos um cérebro tão potente, capaz de realizar inúmeras conexões e fazermos a síntese de pensamento, porque não conseguimos raciocinar sobre algo tão simples que acontece sob nossos olhos todos os dias? Porque simplesmente não queremos enxergar!

E você? O que está fazendo para resolver isso?
Colcando Hashtags no Facebook?

#salveasorcas #salveosanimais

Acho que isso não adianta amiguinho! Enquanto os bichinhos estão lá se fudendo, pessoas continuam a enaltecer esse tipo de atividade pelo convitinho do ego. Dizem que os semelhantes se atraem, entendedores entenderão!

E o que eu tenho a ver com isso? Meu cachorro de raça (que comprei e paguei 6 mil reais) está muito bem em casa, com a comida e a água dele, está muito bem, minha empregada limpa seu local, minha empregada troca seu jornal, minha empregada até brinca com ele e olhe só as vezes ela até leva para passear... o que eu tenho a ver com isso?

Nada, absolutamente nada. Afinal de contas, nas próximas férias eu vou financiar os maus-tratos de animais nos parques da Flórida, vou comprar a baleia de pelúcia, o golfinho que solta bolha de sabão, mas só pra dizer que eu não sou uma pessoa que não pensa no semelhantes eu vou deixar uma moedinha de doação na saída, vou jogar meu mapa do parque dentro de um tambor para a reciclagem e depois ainda vou postar todas as minhas fotos nas redes sociais paras meus parentes de Barbacena morrerem de inveja da minha viagem. 

Onde eu vi que esse passeio era possível?
EM sites e canais de gente anencéfala por aí! Em sites e canais de gente que finge que acredita, ou acredita mesmo (por ser imbecil) no trabalho social e de conservação desses parques. Afinal de contas eles são influenciadores digitais e estão certos. 
Mas não vamos esquecer que qualquer um se vende por meia hora de coisa grátis, por uma comidinha grátis (café-almoço-janta então? Pouts aí arrenganha até as perninhas), não vamos esquecer que qualquer um se vende por um brigadeiro com cabelo inside, não vamos esquecer que na hora de ganhar as coisas todo mundo se faz de burro, se faz de inocente, se faz de coitadinho e depois vem falar: "não sabia"

Eu vi no canalzinho regado de ego e 100% livre de consciência social. 

Entenda: 

Parques aquáticos com animais exibem animais para visitação do público ou então realizam apresentações de espetáculos que os incluem.

O sofrimento animal:

- Os animais são retirados de seus habitats naturais e submetidos a intensos treinamentos apenas para a diversão humana. Os animais não optaram e não têm nenhum interesse em viver dessa forma.
- Os animais que nascem em cativeiro vivem a vida toda confinados em ambientes totalmente antinaturais. Não podem percorrer as distâncias que fariam em liberdade, nem migrar ou escolher territórios.
- Todo o comportamento natural de bando ou família também lhes é negado. Muitos deles vivem confinados isolados uns dos outros nos períodos em que não estão sendo usados. Animais que vivem na natureza viveriam em famílias numerosas, como os golfinhos, muitas vezes vivem isolados ou com outros não-parentes.
- As “brincadeiras” são apenas imitações do comportamento. Atitudes chamadas pelos treinadores como, por exemplo a de que o golfinho ou o leão-marinho está “rindo”, “cumprimentando” ou “aplaudindo” são apenas impressão. Os animais são apenas submetidos a responder as ordens dos treinamentos intensos e repetitivos. Não significa de nenhuma forma que estejam sequer confortáveis.

Claro que não podemos esquecer da desculpa de: "são todos animais resgatados" ou "estamos cuidando de animais que sofreram algum dano" ou então "estamos salvando a espécie X". Tudo manobra criada por marqueteiros para fazer você acreditar e gastar seu dinheiro financiando a tristeza e a exploração de animais.

Casos:

“um golfinho [baleia-piloto], de repente saltou para fora de seu tanque , em uma tentativa desesperada para escapar do cativeiro.O golfinho, de uma espécie conhecida como falsa baleia assassina [na verdade, baleia-piloto], participava de um espetáculo aquático no Okinawa Churaumi Aquarium , no sudoeste do Japão, quando ele saltou para o chão fora do seu tanque. [...]
Os funcionários do parque envolveram o [animal] em esteiras e o mantiveram molhado com uma mangueira até que ele pudesse ser colocado de volta ao tanque.
Hideshi Teruya, que administra o setor de golfinhos no parque, disse que o animal sofreu pequenos arranhões e contusões na cabeça e barbatanas.”

- Mail Online; 09/07/2010; ‘Shocking moment dolphin desperate to escape captivity leaps out of its own tank during marine show’; <http://www.dailymail.co.uk/news/article-1293379/Shocking-moment-dolphin-leaps-tank-marine-show.html>

“A Orca Nakai do parque aquático SeaWorld foi ferida enquanto nadava com duas outras baleias durante uma performance feita de noite na semana passada. Funcionários do Parque relataram o acontecimento apenas na quinta-feira.
Nakai é uma baleia de 11 anos de idade. A lesão pode ter ocorrido quando ele entrou em contato com uma parte da piscina, no dia 20 de setembro. Relatou o porta-voz do parque SeaWorld, Dave Koontz.”

- Divemag; 28/09/2012; ‘Orca do parque aquático SeaWorld foi ferida em show’; <http://divemag.org/orca-do-seaworld-ferida-em-show/>

Fonte: orca.net
Leia mais sobre:  





E aí?
Ainda vai financiar esse tipo de coisa?

Beijos
Carol Capel