Tente Não Rir Com o Barney e a Gabi! Orlando Por Conta da Carol #18
Postado por Carol Capel, no dia 26 July 2016
Oi povo, tudo bem?

Não tinhamos nada para fazer e fizemos o desafio do Tente Não Rir!




Obviamente que como esse blog não pode ser um antro de futilidade, pois 99,999999% (dízima periódica) dos blogs já estão carregados de papagaiada sem conteúdo, eu trouxe um conteúdo extra aqui para vocês. Uma curiosidade, um paranauê diferente!

Por que o gás hélio deixa a nossa voz fininha?

Para matar a charada é preciso recorrer a uma das mais importantes leis da física, aquela que diz que “quanto mais densa a molécula, menor sua velocidade”. O hélio, usado para encher balões, é sete vezes mais leve do que o ar que respiramos. Assim, quando ingerido, ele faz com que a velocidade com que a voz humana se propaga seja maior. Mas isso é apenas um pedaço da explicação.

A segunda parte da resposta está em outro ramo da física, a acústica. Quando aumentamos a velocidade do som, elevamos conseqüentemente a sua freqüência (número de ondas sonoras formadas por segundo). “O raciocínio é simples. Imagine que, todos os dias, você caminhe em volta de um quarteirão por uma hora numa velocidade X. Se você dobrar a velocidade, e continuar dando voltas por uma hora, vai elevar o número (ou freqüência) de voltas ao redor do quarteirão. A mesma regra vale para a velocidade e freqüência do som”. 

Aumentando a freqüência, a voz tende a se tornar mais aguda e a soar bem estridente, como a voz do Pato Donald nos desenhos animados. “Do mesmo jeito, se um gás mais denso que o ar for ingerido, ele diminui a velocidade e a freqüência do som, e a voz engrossa, ou seja, se torna mais grave”, afirma Luiz.

CUIDADO!

O gás hélio não deve ser ingerido em altas quantidades! Pois se ele for aspirado por um longo período de tempo, as vias aéreas ficarão saturadas de gás hélio, o oxigênio será suprimido e a oxigenação do cérebro será interrompida! E isso pode causar tontura, tosse e sensação de falta de ar, sufocamento e se você continuar inalando, você pode morrer! 

Então tá!
Beijo, tchau!