Segredos do Animal Kingdom Revelados
Postado por Carol Capel, no dia 25 October 2014
O incrível parque da Disney esconde alguns segredos fascinantes. Descubra!

Não é fácil combinar entretenimento com uma mensagem sobre a necessidade de proteger os animais. Considerando que mais de 1.700 espécimes de mamíferos, aves, répteis e anfíbios vivem entre as milhares de pessoas que visitam o Animal Kingdom, pode-se dizer que é uma tarefa enorme. Isto é feito diariamente pelos integrantes da equipe e especialistas em animais que são responsáveis pelo parque.

O segredo do Animal Kingdom está em estimular a curiosidade e a vontade de explorar. Descubra os detalhes e fatos pouco conhecidos deste reino selvagem.

A Árvore da Vida


A Árvore da Vida é uma belíssima obra de engenharia que está lá para nos lembrar que a natureza sempre foi e será a principal fonte de vida para a humanidade. A árvore tem quase 45 metros de altura, levou dois anos para ser construída e tem mais de 300 entalhes de diferentes animais escondidos entre as folhas e galhos. O design final da Árvore da Vida foi baseado em um bonsai que a equipe de criação viu no Festival Internacional de Flores e Jardins, no Epcot.

Vamos Conhecer o Safari


O Kilimanjaro Safaris é uma das atrações mais procuradas no Animal Kingdom. Os visitantes têm a oportunidade de ver os animais em um habitat real. São 405.000 metros quadrados da atração, quase o tamanho total do parque, que foi criada antes da construção do Animal Kingdom para que as plantas pudessem crescer de forma natural.

Escondendo a Realidade


Como não era possível evitar a construção de edifícios e estruturas altas, os especialistas do Walt Disney Imageeniring “mascararam” estas construções com árvores e arbustos, sendo que alguns foram plantados ao redor para dar a sensação que os limites do parque são mais extensos. Há um caule de bambu que se encontra em Discovery Island que, na verdade, vem de uma árvore que foi plantada originalmente em Anaheim, Califórnia, antes mesmo da abertura da Disneyland, em 1955.

Viagem a Trabalho? 




O seu trabalho já te levou até os povos indígenas do Nepal? Muitos dos detalhes e acessórios que estão no parque foram descobertos por Imagineers enquanto eles faziam pesquisas na Ásia e África. O design do Yeti, de Expedition Everest, foi baseado em relatos que os pesquisadores ouviram dos habitantes do Tibet, Nepal, Índia e China.

Enquanto investigavam, os designers tiveram que não só observar os locais, mas perceber o sentimento que causavam em seus visitantes. Parte do seu trabalho é criar experiências e, para isso, é necessário que haja um equilíbrio harmonioso entre estruturas, sons, iluminação e cheiros. Cada elemento é importante.

Olhe para cima, olhe para baixo. Olhe para todos os lados!




É melhor você olhar por onde andar. A pavimentação temática é um detalhe importante que costuma ser ignorado pelos visitantes. Trilhas de bicicleta e pegadas podem ser encontradas na Ásia, enquanto pegadas de dinossauros e marcas de pneus podem ser vistas em DinoLand. Tudo foi meticulosamente construído para suportar a enorme quantidade de pessoas, o clima e os desfiles que acontecem no parque.

Até mesmo ao observar as texturas e cores das paredes dos restaurantes, é possível ver que até os menores detalhes foram muito bem pensados. Outro exemplo é a grande diferença entre o árido estacionamento e a imensa vegetação que está presente dentro do parque, detalhe que garante que a imersão na natureza seja muito mais impactante ao entrar.

Estes detalhes fazem parte da história do Animal Kingdom, uma história que inspira a conservação e a preservação da natureza e do planeta Terra.

Ah e se você ainda não viu meus vídeos do Animal Kingdom, segue o mais legal de todos meu tour no Expedition Everest:



Fonte: Blogs Disney