Vans Lança Coleção de Peanuts com Snoopy!
Postado por Carol Capel, no dia 26 July 2017
Eu sou a louca do desenho animado!
Acho que já deu para perceber isso né? A Vans acaba de lançar uma coleção em parceria com a Peanuts que é a detentora dos direitos autorais dos desenhos do Snoopy e do Charlie Brown e eu amei! 

Vejam as peças que lindas:










Eu acho os calçados da Vans muito desconfortáveis, prefiro outras marcas, mas os modelos estão lindinhos né?

Onde encontrar na Flórida? 

Normalmente em lojas que vendem sapatos multimarcas. Como a: Famous Footwear, Finish Line, Rach & Room Shoes e, claro se você quiser algum modelo específico tenho certeza que a Hot Topic deve ter no site. Pra quem não sabe a Hot Topic é uma das maiores lojas nos EUA de produtos geeks e eu amo essa loja! 

Um beijão,


O que eu achei da Disneyland da California? Vale a Pena? + ROTEIRO
Postado por Carol Capel, no dia
Oi galera, tudo bem?


Como vocês estão acompanhando nos Vlogs, eu fui para a Califórnia, passei 4 dias em Anaheim para conhecer a Disneyland da Califórnia e a Disney´s California Adventure. Ao contrário de Orlando, em Anaheim existem apenas 2 parques da Disney. Existem outros parques, claro. Mas não são da Disney.



Hoje vamos falar apenas sobre a Disneyland e antes de começar a falar o que eu achei, vamos primeiro à parte que ninguém entende. Todo mundo pensa que a Disney ORIGINAL, a primeira, a pioneira foi a Disney de Orlando. Mas não!

A primeira Disney, a Disney original, qual o Walt construiu é a Disneyland da California. Aceitem isso que dói menos. Por esse motivo eu queria conhecer. Óbvio que eu não estava completamente feliz lá, dadas as coisas que aconteceram na Disney comigo, mas eu fiquei emocionada pela história. Porque a história do Walt Disney é realmente inspiradora. Eles tinham tudo para manter a Disney como um lugar criado para inspirar pessoas e promover a realização de sonhos. Mas a família Disney está praticamente toda morta (a filha do Walt Disney está muito idosa e não cuida mais da empresa). Com a empresa nas mãos de acionistas e sem mais ninguém da família para comandar. Hoje em dia só o que resta do espírito Disney por aqui na Disney de Orlando é o nome. 

A Administração da Disney da California até bem pouco tempo atrás era diferente da administração da Disney de Orlando. Agora as administrações foram unificadas e por esse motivo eu achei a Disneyland da California um pouco menos Business que a de Orlando.

Óbvio que eles são uma empresa e o objetivo é o lucro do acionista, mas estão acabando com todo o legado de humildade que o Walt Disney deixou. Com funcionários mal pagos e mal tratados pela gerência, a revolta e o clima fica mais pesado lá dentro.

Se você veio para Disney apenas uma vez, você não irá notar isso que estou falando. Você precisa ser uma frequentadora de 4 anos seguidos como eu para perceber que tem alguma coisa de errado. Tenho amigos que trabalharam lá recentemente e relataram coisas horríveis. Mas o foco aqui é falar sobre a Disneyland lá na California. 

Posteriormente faço um post sobre a perda da identidade de marca da Disney e o fato dos ensinamentos do Walt Disney não serem mais levados à sério lá dentro. 

História:

A Disneyland é conhecida em português como a Disneylândia (que brega, não façam isso), é o primeiro de dois parques de diversão construídos no Disneyland Resort em Anaheim, na Grande Los Angeles - Califórnia, inaugurado em 17 de julho de 1955. É o único parque temático projetado e construído sob a supervisão direta de Walt Disney. Ela era originalmente a única atração na propriedade. Seu nome foi mudado para Disneyland Park para distingui-la do complexo que surgiu na década de 1990.



No vídeo a seguir você (que compreende inglês, e se não compreende faça meu curso: Carol Me Ensina Inglês), vocês conseguem ver que a ideia do Walt Disney em criar um parque deu-se no dia que ele levou sua filha para comemorar o aniversário em um Carrossel e sentado no banco pensou que deveria haver um lugar para pais e filhos brincarem juntos. 


Walt Disney veio com o conceito da Disneyland após visitar vários parques de diversão com suas filhas na década de 1930 e 1940. Ele inicialmente visava construir uma atração turística vizinha aos seus estúdios em Burbank para entreter os fãs. No entanto, ele logo percebeu o lugar proposto era muito pequeno. sua área é de 394.813.185 contratar um consultor para ajudá-lo a determinar um local apropriado para seu projeto, Walt comprou um local de 65 hectares próximo a Anaheim em 1953. A construção iniciou em 1954 e o parque foi inaugurado durante um evento especial televisionado para a imprensa no canal ABC em 17 de julho de 1955.

No vídeo abaixo você consegue ver os primeiros anos da Disneyland, algumas atrações foram mantidas, outras não perderam lugar para outras atrações:


Desde sua abertura, a Disneyland passou por várias expansões e renovações, incluindo a adição da New Orleans Square em 1966, Bear Country (atual Critter Country) em 1972, e Mickey's Toontown em 1993. O Disney California Adventure Park foi construído no local do estacionamento original da Disneyland e abriu em 2001.

A Disneyland possui o maior público acumulado dentre todos os parques temáticos do mundo, com mais de 650 milhões de visitantes desde sua abertura. Em 2013, o parque atraiu aproximadamente 16,2 milhões de visitantes, tornando-o o terceiro parque mais visitado do mundo no ano. De acordo com um relato de março de 2005 da Disney Company, há 65 700 empregos sustentados pelo Disneyland Resort, que inclui 20 mil empregos direitos no resort e 3 800 empregos de terceiros (isto é, empregados de suas empresas contratadas).

Meu dia na Disneyland: 


Para começar devo dizer que achei o ingresso da Disneyland muito caro. É praticamente o mesmo preço da Disney de Orlando porém sem tecnologia nenhuma. O sistema de Fastpass funciona muito mal e é de papel. O ingresso é de papel e as Magic Bands ainda não foram implantadas lá e nem tem previsão.

Ao entrar no parque, ao invés de colher sua digital, um funcionário tira uma foto da sua cara! Oi?

Ao chegar no Parque, duas coisas que me deixaram muito emocionadas:

A ferrovia: Rodeando a Disneyland e fornecendo um grande tour circular, está a Disneyland Railroad (DRR), uma ferrovia que consiste de cinco locomotivas a vapor, além de três trens de passageiros e há também um trem de frete. Originalmente conhecido como a Ferrovia da Disneyland e Santa Fé, a DRR foi apresentada pela Atchison, Topeka and Santa Fe Railway até 1974. De 1955 a 1974, o Santa Fe Rail Pass era aceito no lugar de um cupom Disneyland "D". Com uma bitola de 914 mm, a mais comum na América do Norte, a rota percorria em uma volta contínua ao redor da Disneyland por cada uma de suas terras. Cada trem da virada do século XIX parte da estação na Main Street em uma excursão que inclui paradas programdas em New Orleans Square Station; Toontown Depot; e Tomorrowland Station. O grande círculo conclui com uma visita aos dioramas "Grand Canyon/Primeval World" antes de retornar os passageiros à Main Street, U.S.A.



Placa de inauguração da Disneyland, a placa original.



Você encontra ela assim que passa por baixo da ferrovia. Ela contém a frase famosa do Walt:


To all that come to this happy place: welcome. Disneyland is your land. Here age relives fond memories of the past, and here youth may savor the challenge and promise of the future. Disneyland is dedicated to the ideals, the dreams, and the hard facts that have created America... with hope that it will be a source of joy and inspiration to all the world."

Author: Walt Disney


Vejam no vídeo como foi minha chegada na Disneyland, nesse vídeo eu também conto 5 segredos sobre a Disneyland da California. 



A Disneyland possui uma Main Street mais larga e com mais estabelecimentos que a Main Street da Disney de Orlando, achei inclusive ela mais bonita. Ela foi construída em uma perspectiva aumentada para que os adultos tenham a sensação de que voltaram a ser criança. 

O castelo da Disneyland é o Castelo da Bela Adormecida, por isso é menorzinho que o castelo do Parque de Orlando. Muitas pessoas ficam decepcionadas ao chegar lá e relatam que o castelo é muito pequeno, mas isso se dá pelo fato de não saberem o real motivo. Conheço pessoas que vão à Disney apenas para falar que foram e postar a foto que infla o ego no Facebook, mas saber e conhecer a história dos lugares que se frequenta torna a viagem mais legal e interessante. Viajar apenas por viajar não acrescenta em nada na vida. O legal é viajar e aprender, ter cultura e não ser apenas um agente fazedor de inveja nos amigos do Facebook. 



Atrações que eu mais gostei: 


Algumas atrações são exatamente iguais as da Disney de Orlando, algumas são totalmente inéditas. Vou fazer uma listinha e colocar estrelas para as atrações. Lembrando que 1 estrela (não vale a pena) e 5 estrelas (vale muito a pena): 

Haunted Mansion (✭✭✭):

A Haunted Mansion por exemplo, o trajeto e a tecnologia são exatamente iguais, mas a fachada da casa mal assombrada da Disneyland da California é bem diferente da de Orlando. Vejam: 




Eu já conheço as duas e o trajeto é igual, não muda absolutamente nada. Mas devo confessar que gosto mais do design da de Orlando (foto da direita). 

Splash Mountain (✭✭):

Exatamente iguais na aparência e no trajeto. Como eu queria aproveitar mais o parque e ver atrações diferentes, achei melhor não ir na Splash Mountain da Disneyland. 



Jungle Cruise (✭✭✭✭✭):


Com certeza 10 vezes melhor que o Jungle Cruise da Disney de Orlando. Quando eu fui no da Disney de Orlando eu achei bem tedioso, mas o da Disneyland vale muito à pena, além de ser muito maior e mais bonito. Além disso a atração é icônica no parque, idealizada e projetada pelo próprio Walt Disney. Não tem nada a ver com nenhum personagem de nenhum filme, nem a de Orlando e nem a da Califa. Mas eu acredito que se você procurar bem, até encontrará Mickeys escondidos por lá! =D

Alice in Wonderland (✭✭✭):

Se você tem criança pequena e está afim de esperar na fila, vale a pena, é uma atração bem light que passa pelos cenários do confuso filme Alice no País das Maravilhas em um trenzinho. Quando eu fui a fila dessa atração estava IMENSA, fomos e nos arrependemos, pois a fila é enorme e a atração é super pequena. Mas é uma coisa diferente que não tem em Orlando, então se você quiser tentar a sorte.


Finding Nemo Submarine Voyage (✭✭✭✭):

Apesar de ser meio chatinha e não ter muita empolgação é uma atração totalmente diferente, porque você entra dentro de um submarino e passeia pelas águas e o que eu mais gostei foi que não tinha nenhum animal ali dentro. Só peixinhos de mentira. 


Tarzan´s Treehouse (✭✭✭✭):

Para ir nessa atração você tem que estar em uma condição cardíaca e física muito boa! É uma casa na árvore então espere subir pelo menos uns 80 degraus. Antigamente essa atração era temática de Swiss Family Tree House (uma história tradicional da literatura americana), hoje ela ganhou uma nova temática de Tarzan e é bem bonitinha. Então força aí, bora deixar a panturrilha sarada e subir nela. Atenção para a trilha sonora da casa na árvore, fica o tempo todo tocando uma versão melódica da trilha sonora do filme que é do Phil Collins (meu cantor favorito no mundo). 


Space Mountain (✭✭✭✭✭):

Mil vezes melhor que a Space Mountain do Magic Kingdom sem dúvidas! Já fui diversas vezes na do Magic Kingdom e sempre saio toda estropiada com uma cara de perdida na vida. A Space Mountain da California é bem mais suave do que a do Magic Kingdom e no final dela é simplesmente incrível, sem querer dar Spoiler, mas no finalzinho parece que você está indo de costas sem ao menos sair do lugar. Quem já foi vai entender. 

Ela foi a segunda montanha-russa da Disneyland, todo mundo acha que ela é a primeira, mas não. Ela foi construída em 1977 e antes dela, em 1958 o Matterhorn Bobsleds já estava lá. Vamos falar sobre essa atração também. Mas a Space Mountain realmente me surpreendeu positivamente, isso porque ela foi reformada e teve os trilhos totalmente trocados em 2005, então ela não é uma montanha-russa velha. O que é muito bom, porque sempre fico chacoalhando igual uma cabrita em montanhas-russas velhas. 

Assista abaixo mais um vídeo da Disneyland mostrando a Space Mountain: 


"it´s a Small World" (-✭):

Socorro! Sei que é uma atração super icônica, que tem uma história por trás, que é a original, construída pelo Walt Disney, mas não dá não! Da última vez que fui nela na Disney de Orlando tinha uma barata dentro do barquinho! Quase morri e fui salva pelos meus amigos. Aquela música é super chata, fica na cabeça o dia inteiro e só de escrever aqui eu já estou cantarolando ela na cabeça. Não dá pra mim não!


King Arthur Carrousel (✭✭✭):

Eu nunca tinha ido no Carrossel da Disney, olha que absurdo? Mas dessa vez eu fui! E foi legal, apenas. É um brinquedo para crianças. Mas o legal é que cada cavalo é diferente um do outro e melhor, a tinta utilizada para pintar o Carrossel é à base de ouro, sim ouro 24! Ou seja: é riqueza, é glória!


Matterhorn Bobsleds (✭✭✭):

É a montanha-russa mais antiga do parque. Quando você olha pela primeira vez você até pensa que é a Expedition Everest, mas não é! Embora a temática seja um pouco parecida, a montanha-russa do Animal Kingdom tem uma temática Asiática e tem o pé grande lá dentro. Já a Matterhorn é de origem Suíça e é um clássico da Disney. Uma das primeiras montanhas-russas da California e dos EUA. Mas ela não é muito boa não. Quase morri na batedeira velha, nem consegui filmar direito. Ainda bem que não pegamos fila. Porque embora não funcione direito, o FastPass dessa atração estava funcionando. Durante o show de fogos noturno, a Matterhorn fica toda iluminada e é bem legal desviar os olhos do castelo e olhar para a Matterhorn.




Mickey´s ToonTown (✭✭✭):

Desde quando eu estava programando minha viagem para a Disney em 2013 (sim isso não faz muito tempo) eu pensava que ainda existia a casinha do Mickey na Disney de Orlando. Mas não galera, apenas na Disneyland você encontra a vila onde os personagens mora. E eu fui lá com sangue nos olhos para encontrar a tão famosa e tão quista casa do Mickey e de seus amigos. Olha fiquei chateada com a casa do Mickey. Estava tão escuro lá dentro, paredes com tinta descascando e as decorações também estavam mal-cuidadas e isso me chateou porque a Disney fala tanto do tal "padrão Disney" e eu não vi esse padrão representado na atração que deveria ser a mais bem cuidado, afinal de contas, é o Mickey né?
Por fora era lindo, por dentro não achei tudo isso!






Além da casinha do Mickey em ToonTown existem outras casas de outros personagens. O barco do Donald eu não entendi. A Casa do Pateta eu não achei a porta de entrada, a da Minnie estava bombando de gente na fila e a do Tico e Teco consegui subir as escadinhas e não tinha nada lá em cima. Enfim, achei meio inútil essa área do parque. Se você tem criança pequena é legal, bem bonitinha (por fora). Mas eu não perderia meu tempo em uma segunda visita!

Indiana Jones™ Adventure (✭✭✭✭✭):

Amei! Pegamos 1 hora de fila para brincar nessa atração. Ela parece um pouco a atração Dinossaur do Animal Kingdom, ela é daquelas que dá um sustos sabe?
Eu levei um susto tão grande que até destronquei o pescoço. Mas achei muito bem tematizada. Lá dentro é tudo muito escuro e não consegui filmar para vocês.
Mas achei esse vídeo no Youtube que mostra exatamente como ela é por dentro, inclusive gostaria de saber que câmera é essa que eles usaram nessa filmagem, está incrível!


Storybook Land Canal Boats (✭✭✭✭✭):

Esse me surpreendeu para o lado positivo! Eu não havia lido sobre a atração e não sabia o que esperar, depois que cruzamos a boca da baleia do Pinocchio, fomos transportados para um mundo que se chama "Storybook Land" esse lugar contém as miniaturas dos castelos e construções dos filmes da Disney. Eu gostei muito porque adoro miniaturas. Pegamos uma fila pequena de uns 15 minutos e quase caímos na água porque uma família de 7 chineses resolveram sentar todos DO MESMO LADO DO BARCO e o barco quase virou! Eu mostrei isso nesse vídeo. 

Considerações: 

Essas foram as atrações que eu consegui ir. 
Meu veredicto final é: Gostei da Disneyland da California. Embora alguns funcionários tenham sido rudes comigo (normal), vi algumas coisas mal pintadas e que não representam o padrão Disney, eu fui à esse parque mais por admirar a história do Walt Disney. Eu não concordo com a administração e hipocrisia atual dos parques de Orlando, principalmente quando o assunto é valores. Mas isso é tema para um vídeo que farei em breve. Em todo caso, valeu por sentir que eu estava no mesmo lugar que um dia um dos homens que mais admiro por sua força e garra esteve. Já fui mais fã do Walt Disney um dia. Hoje ainda me emociono com alguns se seus depoimentos que vejo na internet, mas acho que o que mais me entristece é ver que o "one man´s dream" está sendo coberto pelo ego dos acionistas e que não há mais respeito pelo Disney Way e principalmente que não há mais respeito pelos próprios funcionários que ali trabalham. 

Os funcionários que atendem ao público são o maior cartão de visita de uma empresa. Eu encontrei e conheci pessoas excepcionais fazendo um trabalho excepcional, mas acredito que dentro da Disney todos deveriam fazer o mesmo. Eu não culpo os funcionários, já fui funcionária um dia e sei o que eles passam, como são humilhados e o quão pouco ganham e isso me entristece ainda mais. Quando eu olho para trás e vejo que em 2013 eu era uma pessoa que achava a Disney um lugar intocável em sua perfeição é porque eu estava sendo egoísta em não prestar atenção em algumas coisas que pouquíssimas pessoas notam. Coisas pequenas como o olhar triste de um funcionário humilhado, o olhar perdido de um animal trancafiado ou até mesmo o descaso com um cliente que reclama. 

Em todo caso ainda acredito que o americano por si faz seu trabalho e respeita as pessoas ao seu redor como ser humano, pois eles são, em sua maioria, muito educados e trabalhadores e não têm vergonha de falar que são faxineiros na Disney. Porque para muitas pessoas que conheço, ser faxineiro é a pior coisa que pode acontecer na vida. Não podemos esquecer que essas pessoas são as mais importantes de uma empresa, pois sem elas haveria uma sujeira ainda maior e mais bagunça. Enfim, vejo alguns valores trocados na nossa sociedade. 

Quanto paguei?

Paguei 200 dólares por 2 dias na Disneyland da California e sim, esse é o preço por pessoa e não, não tem desconto, não tem promoção, não tem jeitinho. É esse o preço mesmo. 

Comida:

Eu acabei comendo uma salada que vendia ali em Toontown mesmo e isso está no vlog. Eu achei a comida um pouco mais barata na Disneyland da California do que na DisneyWorld de Orlando. A salada não tinha nada de extraordinário. Era apenas uma salada com 30 quilos de queijo que me custou 12 dólares. 

Tem alguma coisa diferente para comprar lá?

Vocês sabem que sou uma grande colecionadora de itens da Disney e fui para lá esperando achar produtos da Disney Store diferentes dos que tem aqui na Flórida para minha coleção. Nada feito! Os produtos eram os mesmos encontrados no World of Disney no Disney Springs ou nos parques da Disney. 

Eu espero de verdade que esse post tenha servido para vocês conseguirem programar a viagem de vocês para a Disneyland da California. Sei que não é um destino muito explorado por brasileiros porque apenas encontrei 1 casal de brasileiros em 2 dias, viajar para California sai mais caro, bem mais caro que viajar para Orlando. Falarei sobre isso em outro post,

Se você leu até aqui, parabéns pela paciência.

Um super beijo,


Como retomar o teu controle emocional em apenas 6 segundos!
Postado por Carolina, no dia 20 July 2017
Olá, tudo bem com você? Se não estiver, vai ficar! 😊

Hoje eu vou falar para você que é uma pessoa IMPULSIVA E EXPLOSIVA e vou te ensinar a reverter esse comportamento!

Você sabe o que é ser IMPULSIVO e que tem momentos de explosão? Bem, uma pessoa IMPULSIVA e explosiva é aquela que age sem pensar, que age nem medir as consequências dos atos e que por causa disso tem muito prejuízo em sua vida, prejuízos de todas as formas, sejam eles no âmbito dos relacionamentos sociais, pessoais e profissionais. 
Quando agirmos por impulso somos tomados pela emoção e não paramos para racionalizar sobre determinada situação em que estamos inseridos. Assim, a primeira atitude a ser tomada é em geral, uma atitude explosiva e cheia de agressividade, muitas vezes chegando as vias de fato. 
Sim, isso acontece por causa de um fenômeno químico do cérebro chamado “O sequestro da amigdala cerebral” (não é a amígdala da garganta). Sabe quando você está em uma situação muito estressante que você sente um calor pelo corpo e é tomado de uma emoção poderosa, incontrolável? O que está ocorrendo aí dentro do teu cérebro é um desencadeamento de uma emoção violenta que se você não parar para racionalizar por SEIS SEGUNDOS antes de tomar a atitude, você vai fazer uma grande m...!! 

O segredo de nos tornarmos irracionais tem a ver com a falta momentânea e imediata de controle emociona, isso  porque a amígdala assume o comando do cérebro. Simplificando, para poder sair do sequestro da amígdala e não ter uma atitude IMPULSIVA quando uma situação de estresse importante o ativar, é preciso criar um espaço mental entre o que aconteceu e o momento presente!
E como criar este espaço mental, Toalá? 
Bom, eu te recomendo realizar que você racionalize apenas POR SEIS SEGUNDOS sobre algo que te causa um pouco de dificuldade para racionalizar, como O NOME DOS 7 ANÕES DA BRANCA DE NEVE (afinal, parece tolo, mas quem sabe de cor sem errar? Tente rsrs) porque essa atividade vai ativar a parte lógica do seu cérebro ou outras, como o ”mindfulness”, que focam no presente e ensinam novos caminhos para vivenciar a emoção que você estiver sentindo!
Se por acaso você souber de cor o nome dos 7 anões, que tal pensar em achar 10 nomes para flores exóticas ou 10 capitais mundiais, 10 personagens da Disney? 
O que você precisa na realidade é se propor um pequeno desafio mental de 6 segundos para não colocar a carroça na frente dos bois e se arrepender muito depois que a explosão passar!
Assim, você deixa de se colocar em situações onde você tem muito a perder fora que não leva a fama de “maluco” ou "descontrolado". Rsrsrsrs

Te ajudou? Me conte enviando email para toalacarolina@gmail.com! 😊


Beijos até quinta que vem! 







Como Seriam os Filmes da Disney nos Dias Atuais!
Postado por Carol Capel, no dia 16 July 2017
O artista gráfico do Reino Unido, Tom Ward, tem muito a dizer sobre o estado atual do mundo, e ele está usando a ajuda de todos os personagens favoritos de Disney para fazê-lo. 

Em uma nova série de desenhos, Ward apelidou de "Alt Disney", ele conecta os argumentos de vários filmes clássicos da Disney com as questões sociais modernas, criando um olhar sombrio porém intrigante sobre a realidade através dos olhos de nossos heróis ficcionais de infância. 

As imagens fornecem comentários poderosos sobre a poluição da água, o abuso de animais, a obsessão com a tecnologia e uma série de outros assuntos, como se apontar que, embora o mundo da Disney esteja cheio de finais mágicos e felizes, o mundo em que vivemos tem sérios problemas Isso deve ser discutido. Veja como os rostos mais amados da Disney poderiam ter se revelado se estivessem vivendo em 2017 abaixo e votarem para aqueles que são muito reais.













Eu fiquei triste em olhar as imagens, mas infelizmente são a mais pura verdade. 

Beijos


Coleção de Sapatos da Irregular Choice Trás a Disney aos seus pés!
Postado por Carol Capel, no dia
A coleção mais brega e provavelmente a mais desconfortável que já vi, eu acho que até para amar o Mickey há limites. O modelo mais caro chega a custar US$ 280.00, além disso eles também vendem bolsas inspiradas no Mickey, o site para comprar você encontra aqui.







E aí o que acharam? Eu achei demais pra mim.
Quero saber as opiniões de vocês, deixem aí nos comentários.

Beijos